thumbnail Olá,

Técnico cogita oferecer ajuda ao brasileiro, condenado por incendiar a própria casa

Condenado a três anos e nove meses de prisão, o zagueiro Breno ainda encontra aqueles que o apóiem dentro da Alemanha. O Nuremberg, clube ao qual foi emprestado em 2012, cogita estender a mão ao jogador quando ele deixar a prisão onde se encontra.

"Acredito que, se ele precisar de um lugar para reencontrar o futebol, que é seu passatempo favorito, nós daríamos essa chance de bom grado", afirma o técnico do clube alemão, Dieter Hecking, sem mencionar qualquer tipo de proposta para que o atleta volte a atuar profissionalmente.

O próprio Hecking chegou a dizer, há cerca de um mês, que seria 'uma pena' se Breno não retornasse ao futebol, assumindo a torcida para que o jogador de 23 anos possa retomar a carreira em breve.

Relacionados