thumbnail Olá,

Meia foi destaque dos Blues na última temporada

Depois de dois anos no futebol inglês, o meia Ramires atingiu a consagração na Europa após uma grande temporada em 2011-12, sendo um dos destaques da campanha vitoriosa na Champions League. Em entrevista ao Marca Brasil, o jogador falou sobre a adaptação inicial ao time londrino, e a relação atual com os companheiros de clube.

"Aqui é diferente do Brasil, a gente treina menos por causa do frio, por isso acabamos tendo um contato menor. Mas a relação é excelente. Eles brincam comigo pelo fato de eu ainda não saber falar inglês após dois anos em Londres e tentam me ensinar quando falo alguma coisa errada. Eu falo enrolado mesmo e assumo, não tenho vergonha (risos)", afirmou.

O empenho e as grandes atuações no último ano renderam ao brasileiro o prêmio de melhor jogador dos Blues, descartando, porém, o rótulo de ídolo e buscando ainda mais vitórias na temporada que se aproxima.

"Para mim foi algo muito especial, significativo. Até por ter sido uma temporada histórica para o clube, com um título inédito. Falavam muito que os jogadores brasileiros não se adaptavam ao futebol inglês e acho que consegui quebrar um pouco essa história. É algo muito difícil, pois é um clube grande."

"Não sei se já sou ídolo, pois tenho de fazer muita coisa ainda. Mas caí nas graças da torcida. Quero fazer ainda mais nesta temporada para ficar marcado na história do clube", conta.

Ramires voltou a ser chamado pelo técnico Mano Menezes após quase um ano sem figurar nas convocações da Seleção brasileira. Supreso, ele espera apresentar futebol para seguir na equipe por um bom tempo, além de negar atrito com o técnico Mano Menezes.

"Para ser sincero, não esperava a convocação. Nem sabia que ia haver amistoso. Não acreditei na hora e só fui confirmar depois de pesquisar na internet. É estranho, pois sempre fico na expectativa para saber se estou na Seleção ou não. Dessa vez aconteceu naturalmente."

"É bom para esclarecer. Nunca dei uma declaração criticando a Seleção ou o técnico Mano Menezes. Nunca me desentendi com ele. Jogador tem de jogar e não ficar falando. Se estou voltando é porque mostrei dentro de campo. Deus e o treinador acharam que eu mereci e agora não quero sair mais até pelo menos a Copa do Mundo", prometeu Ramires.

Como se atualizar com as notícias do futebol mundial fora de casa? Com http://m.goal.com - sua melhor fonte de cobertura para celulares do futebol.
          

Relacionados