Martino relembra história do clássico Brasil x Argentina e promete atacar a seleção de Dunga

O novo técnico da Albiceleste acredita que o time brasileiro não mudou desde Felipão: "O posicionamento é o mesmo"

O técnico da Argentina , Gerardo Martino , aposta em um grande jogo contra o Brasil no Ninho do Pássaro, em Pequim, na China, no próximo sábado, às 9h05, em partida válida pelo Superclássico das Américas.

Assim como a Seleção, com Dunga , a Albiceleste também está de técnico novo e o comandante dos hermanos espera repetir a sua primeira partida no comando da equipe, na reedição da final da Copa do Mundo de 2014. A Argentina venceu a Alemanha por 4 a 2, em Dusseldorf, no início de setembro.

"Com o Brasil, é o clássico de maior importância que se pode ter em nível de seleções. Jogue onde jogar, tem uma grande história", disse Martino ao canal TyC Sports nesta quarta.

"Vamos tratar de fazer algo parecido com o que fizemos na partida contra a Alemanha", afirmou ele, que contará com o retorno de Lionel Messi à equipe. Ele não atuou no último amistoso.

Para Martino, o Brasil mudou, mas mas não de filosofia. Ele aponta que a equipe trouxe de volta alguns nomes, mas segue jogando da mesma forma que Felipão a fazia jogar.

"No esquema tático, o Brasil não mudou, apesar de ter mudado alguns nomes", afirmou ele. "A forma como joga Neymar, a importância dos marcadores centrais", concluiu ele.

Na sequência, a Argentina viaja para enfrentar a seleção de Hong Kong, no país asiático. No dia 18 de novembro, também enfrenta, em amistoso, Portugal, no Old Trafford, estádio do Manchester United.