thumbnail Olá,

Em palestra no Paraná, técnico da seleção diz que não tem mais dúvidas e só se preocupa com alguma eventual lesão em razão dos compromissos dos jogadores pelos clubes.

Se para a maior parte da torcida brasileira a seleção ainda é uma incógnita, o mesmo não se pode dizer de Luis Felipe Scolari. Em matéria publicada pelo globoesporte.com, o treinador afirmou que não tem mais dúvidas - para a Copa das Confederações - e que só se preocupa que alguma lesão interfira nos seus planos.

"Não tenho mais dúvida nenhuma. O que eu tenho é receio, porque os campeonatos estão entrando na fase aguda. São jogos pegados, intensos, e pode ter aí uma ou outra lesão que atrapalhe essa minha ideia de convocação", declarou.

Felipão ainda respondeu sobre as vaias ouvidas no Mineirão no amistoso contra o Chile, na última quarta-feira. Na ocasião, os torcedores chegaram a gritar 'olé' em meio ao domínio dos adversários na partida. Para o comandante do Brasil, a reação foi natural.

"Ainda não temos uma sintonia com a nossa torcida. Nos últimos dois anos jogamos quantas vezes no Brasil? Uma ou duas? Agora que vamos começar a ter sintonia", explicou.

Apesar de sempre aparentar confiança, Scolari fez questão de lembrar que existem outras grandes seleções e chegou a classificar a cobrança por resultados na seleção brasileira como excessiva, pedindo o apoio de todos para chegar a um resultado positivo, principalmente na Copa de 2014.

"O que vai ser mais difícil, e preciso do apoio da imprensa e dos nossos torcedores, é administrar a expectativa que nós brasileiros temos, de que é preciso ganhar independentemente de qualquer coisa. Temos que jogar, nos preparar, mas reconhecer que há outras seleções", avisou.

Relacionados