thumbnail Olá,

Para o goleiro, Brasil está em desvantagem por não estar disputando eliminatórias para a Copa do Mundo

Apesar do resultado, nem tudo foi ruim para a Seleção Brasileira. Pelo menos essa é a opinião de Júlio César, que atuou durante os 90 minutos na derrota por 2 a 1 para a Inglaterra, em Wembley. A partida não marcou apenas o retorno de Luiz Felipe Scolari ao comando técnico da Seleção, mas também o do goleiro da Copa de 2010, assumindo novamente a Camisa 1 depois de um período afastado.

Após o jogo, Júlio César avaliou de forma positiva a sua atuação.

"É um começo de trabalho, né? Só o primeiro jogo, é difícil avaliar. Perder, ninguém gosta. Ainda mais num jogo como esse, estádio maravilhoso, lotado. Valeu por vestir de novo a camisa da Seleção, tava com saudade. Particularmente, fiquei feliz pelo meu trabalho. Vou para casa triste pela derrota, mas feliz pelo meu desempenho," disse.

Para o arqueiro do Queens Park Rangers, o fato de não estar enfrentando jogos regularmente em uma eliminatória deixa o Brasil em desvantagem em relação a seleções como a da Inglaterra.

"A Inglaterra é uma seleção muito forte, bem entrosada, estão juntos há muito tempo. O fato de não ter eliminatórias, pode até parecer desculpa, mas é verdade, complica muito na formação da equipe. Temos que aproveitar todo momento que tivermos juntos para colocar em prática tudo que a comissão técnica pede pra gente, tentar entrosar o mais rápido possível. Vamos chegar bem na Copa das Confederações."

Perguntado se estava certo da sua participação na Copa das Confederações, Júlio desconversou.

"Se vou estar no próximo amistoso em março eu não sei. No momento eu só quero pensar em voltar para o meu clube, que passa por um momento muito deliciado. Quero voltar, ajudar a equipe a escapar do rebaixamento, se livrar disso, e aí a gente vê o que acontece," finalizou.

Relacionados