thumbnail Olá,

O brasileiro teve um longo caminho até a seleção, mas aos 29 anos tem a chance de se estabelecer como um dos principais defensores de seu país nos próximos anos

Até algumas semanas atrás, as únicas pessoas que reconheceríam Dante em sua cidade natal, Salvador, seriam alguns turistas alemães. Na quarta-feira, porém, o defensor de 29 anos se prepara para fazer sua estrea pelo Brasil diante da Inglaterra. Tudo vai mudar.

Depois de deixar sua terra natal como um virtual desconhecido há quase 10 anos, Dante teve um longo caminho até o topo. Depois de se tornar uma das contratações do Bayern de Munique para a temporada 2012-13, ele agora é um forte candidato a fazer dupla de zaga na seleção com outra sensação que deixou o Brasil praticamente desconhecido, David Luiz.

A maior surpresa, no entanto, não é ele estar na disputa por um lugar no plantel brasileiro para a Copa do Mundo de 2014, mas sim porque demorou tanto tempo para ser notado. Muito antes de tornar-se parte integrante da defesa do Bayern, que sofreu apenas sete gols em 20 jogos, ele já tinha feito o suficiente para ser notado.

Durante suas três temporadas no Borussia Mönchengladbach ele era um astro na equipe que passou de candidata ao rebaixamento para uma vaga nas fases finais da Champions League 2011-12.

Embora se possa apontar a falta de bons olheiros por parte do ex-técnico do Brasil, Mano Menzes, o técnico também parecia alheio à ascensão de Dante. Mas, quando Luiz Felipe Scolari anunciou os convocados para o primeiro jogo de sua segunda passagem no comando do Brasil, o treinador afirmou que não se podia ignorá-lo por muito mais tempo.

"Dante foi excelente pelo Bayern, e eu gostaria de ter um olhar mais atento por ele", afirmou Felipão, há duas semanas.


Subindo alto | Dante se estabeleceu como principal defensor do Bayern


Para o jogador de 29 anos de idade, o elogio do treinador e sua confianã de que ele poderia representar o seu país é resultado de trabalho duro.

"Eu sabia que se eu fizesse meu dever de casa no Bayern, uma chance iria chegar", disse Dante ao Goal.com. "Isso é tão óbvio quanto a lua sobre nóe, mas a parte mais difícil, que é manter-se na seleção, começa agora", adicionou.

"Não me incomoda que as pessoas no Brasil não saibam realmente quem eu sou. Na verdade é mais importante que o treinador saiba o que posso fazer".

Dante certamente tem uma tarefa bastante difícil em suas mãos. Além de David Luiz e Dante, os zagueiros  convocados foram Miranda, do Atlético de Madrid, e Leandro Castan, da Roma. A estrela do PSG, Thiago Silva ficou de fora devido a uma lesão na coxa.

Se não acontecer um desastre, é provável que Dante encontre um lugar fixo nas escolhas de Felipão. Com sia força e imposição física, Dante tem sido comparado ao campeão mundila de 1994, Aldair.


"Um monte de gente disse que eu iria desaparecer no plantel, que eu estava muito abaixo na hierarquia. Eu acho que provar que estavam errados se tornou parte da minha lista de tarefas"

- Dante

Além disso, Dante também está prosperando em um campeonato onde os defensores têm de ser excelentes fisicamente. "Estou na Europa há quase 10 anos, e eu acredito que a minha experiência possa ajudar o grupo", observou ele. "O importante para mim agora é me adaptar, conhecer os outros jogadores um pouco mais, e trabalhar tão duro quanto eu puder dentro de campo".

o com o seu suor, em vez do seu nome, que você pode conquistar um lugar na equipe".

Essa visão nasce de sua ascensão no Bayern. Depois de se transferir por € 5 milhões, se diziz que Dante iria sucumbir atrás de nomes mais consagrados com os de Holger Badstuber, Van Buyten e Daniel Boateng Jerome.

"Um monte de gente disse que eu iria desaparecer no plantel, que eu estava muito abaixo na hierarquia. Eu acho que provar que estavam errados se tornou parte da minha lista de tarefas. Mas os jogadores estavam sempre me apoiando, desde o início. Não tenho queixas sobre a recepção que eu tive".

Ele e David Luiz são vistos como torres gêmeas com seus cortes de cabelo instantaneamente reconhecíveis, mas Dante foi rápido ao reivindicar a posse do afro. "Eu tenho usado o meu cabelo assim por mais tempo do que David", brincou. "Eu me lembro que ele tinha cabelos curtos quando chegou ao Benfica".

Antes de se mudar para a Alemanha, Dante passou um tempo no Lille, da França e na Bélgica. Agora terá pela frente alguns duelos contra os ingleses, encarando a seleção pelo Brasil e o Arsenal pela Champions League, demonstando muito entusiamos por sua excursão na terra da Rainha.

"Eu realmente admiro o futebol Inglês e  vai ser muito emocionante ter a oportunidade de jogar no Wembley com o Brasil e depois voltar para Londres pela Champions League. Não pode ficar muito melhor que isso, e eu prefiroexperimentar antes de me preocupar com o futuro. "

Ele está ciente de que seu status como um jogador de seleção arruinaria o seu anonimato em Salvador, no entanto: "Nem mesmo o meu corte de cabelo ousado chamou a atenção, mas pode ser um pouco mais complicado para andar. Estou quase arrependido..", concluiu Dante.

Relacionados