thumbnail Olá,

O coordenador técnico da Seleção, Carlos Alberto Parreira, afirmou que, a partir da próxima semana, vai iniciar o planejamento da equipe brasileira até a Copa do Mundo

O coordenador técnico da Seleção, Carlos Alberto Parreira, afirmou que, a partir da próxima semana, vai iniciar o planejamento da equipe brasileira até a Copa do Mundo de 2014. As informações são do site globo.com.

Os encontros com o técnico Luiz Felipe Scolari deverão na sede da CBF, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. De acordo Parreira, ele ainda não teve tempo hábil para definir alguns parâmetros do novo grupo com Felipão.

"O trabalho só foi iniciado. Ainda temos que nos reunir. Não tivemos tempo para isso. Eu e Felipão vamos estar juntos na CBF na próxima semana para traçar todas as metas até a Copa do Mundo", revelou o coordenador.

Parreira também afirmou que sabe muito bem qual função vai desempenhar na CBF. Segundo ele, o trabalho com Mário Jorge Lobo Zagallo nas Copas de 1994 e 2006 o ajudaram a entender bem a função de coordenador técnico.

"Por oito anos e duas Copas do Mundo, o Zagallo foi o coordenador, e eu, o técnico. Sei bem o que é preciso fazer na função. Vamos dar subsídios para o Felipão fazer bem o seu trabalho. O treinador é a figura principal da comissão técnica e vamos fornecer tudo que ele precisa. Tem eu, o Murtosa (auxiliar de Felipão)... Mas o Felipão quem tomará as decisões".

O coordenador fez questão de afirmar que não ficará encarregado das categorias de base da Seleção. Na opinião de Parreira, a Seleção não revela jogadores, mas sim os clubes brasileiros.

"Vamos ajudar e orientar, mas não vamos ficar encarregados da base. Vamos orientar na indicação, na escolha de um trabalho bem feito. Mas o tempo e curto e não temos plano B. Nós temos que ganhar a Copa. Quando se fala em base, todos se lembram de La Masia (local onde treinam as categorias inferiores do Barcelona). Mas é diferente. A CBF não forma jogador, o Barcelona, sim. Temos é que nos organizar para que o jogador encontre um ambiente favorável na Seleção. Quando um trabalho é bem desenvolvido, como foi com o Ney Franco, o resultado aparece".

Parreira afirmou ainda que o Brasil vive um processo de transição na formação de grandes talentos. Para ele, essa situação fica aparente nas eleições para a escolha dos melhores jogadores do mundo pela Fifa.

"Deixamos de investir na medida em que vínhamos formando. O resultado está estampado nisso aí. Quando chegamos numa eleição da Fifa ou da Uefa, que não temos tanto protagonismo, nós temos que ver onde erramos. Não é achar que estamos no fundo do poço".

A primeira convocação da dupla Felipão e Parreira será no dia 23 de janeiro. A lista será divulgada para o confronto contra a Inglaterra, no dia 6 de fevereiro de 2013, no estádio de Wembley, em Londres.

Relacionados