thumbnail Olá,

Novo treinador da Seleção Brasileira também lamentou o fato de não participar das Eliminatórias

POR FERNANDO H. AHUVIA - DIRETO DE SÃO PAULO

Em entrevista coletiva concedida na manhã desta sexta-feira, no Anhembi, em São Paulo, o novo técnico da Seleção Brasileira, Luiz Felipe Scolari, questionado sobre Pep Guardiola, declarou que as características dos jogadores brasileiros são diferentes as do Barcelona.

- Se importamos jogadores como Iniesta, Xavi, Messi, jogaremos como o Barcelona. Mas as características dos brasileiros não são essas. Temos que montar uma equipe jogando um bom futebol, mas dentro das nossas características dos nossos atletas – afirmou Felipão.

A respeito da declaração do ex-jogador Ronaldo, que disse que o futebol brasileiro vive um dos seus piores momentos na historia, o comandante do Brasil ironizou:

- Eu não sei do que ele estava dizendo, tem que perguntar para o Ronaldo. Não sei se ele fala em relação a chutes na bola ou de sentar na mesa para almoçar - cutucou.

Felipão também lamentou o fato da Seleção Brasileira não participar das Eliminatórias.

- Essa parte de identificação passa por uma dificuldade de não estarmos jogando as Eliminatórias. Temos uma identidade, mas quero frisar que temos de saber o que fazer com as características dos nossos atletas. Em 2002, tínhamos uma equipe organizada em um sistema. Vamos ter de criar esta identidade à medida que jogarmos os amistosos e a Copa das Confederações. Temos uma identidade e jogadores de qualidade, não concordo quando dizem que nossa Seleção é jovem. É muito boa, falta jogar jogos contra adversários qualificados – analisou.

- A expectativa para 2013 é o que a gente tem para idealizar e montar a equipe que estará no Mundial. Pode ser 90% ou até 100, quem sabe. Todos sabem que surgem muitos atletas de um ano para outro para jogar na seleção. A Copa das Confederações nos dará um balizamento completo sobre do que precisaremos para a equipe. É uma oportunidade muito interessante. Jogos serão bem fortes, não participamos das Eliminatórias, poderemos analisar como reagem nossos atletas em jogos deste nível – completou.

          

Relacionados