Neymar: 'Não estou pedindo para que gostem de mim, mas para que torçam pela Seleção'

Atacante acredita que maior parte das vaias aconteceram por conta da presença de clubes rivais do Santos

POR FERNANDO H. AHUVIA - DIRETO DE SÃO PAULO

Assim como já havia acontecido no último treino da Seleção Brasileira, o atacante Neymar foi o principal alvo das vaias da torcida na vitória por 1 a 0 sobre a África do Sul, nesta sexta-feira, no Morumbi. Após o duelo, o jogador do Santos admitiu que a Seleção não jogou bem, mas afirmou ter ficado chateado com as vaias e os xingamentos de pipoqueiro que vieram do público.

- Sabemos que não jogamos bem, mas conseguimos vencer. Fiquei triste com as vaias. Não estou pedindo para que gostem de mim, mas para que torçam pela Seleção Brasileira – declarou.

Neymar acredita que a pressão da torcida foi maior por conta da presença de clubes rivais do Peixe.

- Acredito que as vaias aconteceram porque tinha muito palmeirense, são-paulino e corintiano na torcida. Volto a dizer que eles tem que apoiar a Seleção – completou.

A Seleção agora segue para Recife, onde enfrentará a China, na segunda-feira, às 22h, no Arruda.