thumbnail Olá,

No entanto, dupla já projeta volta por cima na sequência do trabalho

O sentimento generalizado na Seleção brasileira é de tristeza após a derrota para o México, que adiou o sonho do ouro olímpico por mais quatro anos. Neymar e Thiago Silva, duas das figuras mais importantes da campanha da equipe nos Jogos de Londres, falaram sobre a decepção após a derrota por 2 a 1 na decisão, mas acreditam que o Brasil tem condições de dar a volta por cima antes da Copa do Mundo de 2014.

O camisa 11 parabeniza o adversário pela conquista, e descarta mudanças mais profundas no grupo que vem sendo chamado por Mano Menezes.

"Sentimento muito triste. Todos nós queríamos o ouro. Infelizmente não veio. Vida que segue. Se eles venceram, eles foram melhores", disse, em declarações reproduzidas pelo ESPN Brasil.

"O Brasil tinha condição de vencer o ouro. Infelizmente não conseguimos. Vida que segue."

"Acho que não - tem que mudar -, mas não depende de nós jogadores. A gente quer sempre honrar a camisa da seleção e dar nosso máximo em campo. Vida que segue. Futebol é assim. Um dia perde, um dia ganha. Quarta já tem outro jogo. Não tem como ficar abalado. Tem que levantar a cabeça. Somos jovens", finalizou o atacante.

O capitão brasileiro fez uma avaliação da partida, ressaltando a diferença que o gol de Peralta nos segundos iniciais teve no desenrolar do duelo.

"O gol sofrido no início mudou todo o jogo, todo o esquema tático que a gente tinha planejado, tanto que o Mano tirou o Alex Sandro e colocou o Hulk. Nossa proposta era jogar com os três (Alex Sandro, Marcelo e Neymar) pelo lado esquerdo, mas mudou tudo", ponderou.

Da mesma forma que Neymar, Thiago admitiu a tristeza com a derrota, mas dá um voto de confiança aos jovens jogadores que garantiram a prata em Londres.

"Tristeza. Muita tristeza. Passa várias coisas na cabeça. Tem que ter tranquilidade nesse momento, administrar bem esse momento difícil, mas erguer a cabeça, porque a vida não acaba aqui. Tem toda uma vida pela frente."

"Faltou um pouco mais de tranquilidade. Mas a rapaziada está com a cabeça boa. Espero que a Copa das Confederações possa terminar diferente no ano que vem", encerrou o zagueiro.

Como se atualizar com as notícias do futebol mundial fora de casa? Com http://m.goal.com - sua melhor fonte de cobertura para celulares do futebol.
          

Relacionados