thumbnail Olá,

Mandatário da CBF nega doença e fala sobre Mano Menezes e Olimpíadas

José Maria Marin cravou: quer ver a Seleção forte em Londres, já que representa uma história vencedora. O presidente da CBF, em entrevista ao Terra, disse que não há mais espaço para testes, e que as cobranças devidas irão acontecer.

"Seleção brasileira, quando entra em campo, não pode servir de laboratório. Nós temos que apresentar o que há de melhor."

"Toda vez que a seleção brasileira entrar em campo, seja o time masculino ou o feminino, ela é prioridade."

Mesmo assim, o mandatário afirma que não irá interferir nas escolhas do técnico Mano Menezes, com quem pretende manter uma relação honesta.

"Eu não vou interferir, de maneira nenhuma, na convocação de jogadores e muito menos na escalação do time. Mas cobrarei e será uma cobrança muito dura."

"Eu já garanti ao Mano que, se algum dia tiver que tomar alguma atitude, ele será o primeiro a tomar conhecimento. Não farei nada pela imprensa", conta.

Em conclusão, Marin garantiu que os boatos de uma possível doença são falsos. Rumores davam conta que o dirigente perdeu cinco quilos desde que assumiu a presidência da entidade, em março.

"Está vendo como emagreci? Emagreci nada. Estou muito bem. Os caras não têm o que inventar", arrematou.

Como se atualizar com as notícias do futebol mundial fora de casa? Com http://m.goal.com - sua melhor fonte de cobertura para celulares do futebol.

Relacionados