thumbnail Olá,

Mesmo com os problemas, o volante segue confiante na conquista da Recopa

Para o volante Denílson, o motivo da crise no São Paulo é psicológico. Desde a eliminação para o Atlético-MG nas oitavas de final da Libertadores, no dia 5 de maio, o tricolor acumula cinco derrotas e duas vitórias em sete jogos.

“A gente tem que estar de bem com a gente mesmo, principalmente o psicológico. É o que está faltando”, disse o jogador durante a coletiva desta segunda-feira.  

“A cada dia que passa vai ficando mais difícil a gente trabalhar. Está faltando a vitória para dar ânimo, para treinar feliz. Todo mundo está vendo como está o clima. Não está bom porque estamos perdendo e isso nos deixa bastante triste”, acrescentou.

Mesmo com a derrota por 2 a 1 para o Corinthians no primeiro jogo da final da Recopa, Denílson segue confiante de que o tricolor pode reverter o resultado e conseguir o título da competição na quarta-feira.

“Nossa equipe tem muita qualidade, infelizmente os resultados não estão vindo. Mas tenho certeza que o Paulo Autuori vai fechar com o grupo amanhã e ter uma conversa para que a gente possa conseguir o título”, afirmou

“O Corinthians joga há muito tempo junto e eles tiveram uma sequência de resultados e de títulos muito grande. Isso faz com que o Corinthians, entre aspas, hoje esteja à frente dos São Paulo. Mas em campo são 11 contra 11, não vejo diferença entre os jogadores. Vai prevalecer em campo a vontade e a dedicação”, completou.

Relacionados