thumbnail Olá,

Zagueiro voltou aos treinos e vai enfrentar o Olaria, na quarta-feira, mas treinador se disse conformado com o fato de que não poderá contar com seu capitão por muito tempo

Paulo Autuori confirmou o que já vinha sendo falado na imprensa há alguns dias: a saída de Dedé do Vasco está cada dia mais próxima.

Nesta terça-feira, o zagueiro voltou aos treinos e mostrou-se recuperado do problema que o tirou dos amistosos da Seleção. Dedé chegou a se consultar com um urologista, que descartou cirurgia para corrigir um estreitamento do canal do ureter, o que estava causando suas dores abdominais. Desta forma, sua escalação para a partida contra o Olaria, na quarta, está confirmada.

Mas, apesar da satisfação em poder contar com o Mito da Colina, Autuori não disfarçou na hora de falar sobre o destino do zagueiro.

"Sei que Dedé vai sair. Isso já foi falado quando comecei a conversar com o Vasco. Não vou ficar inventando história, porque isso só complica. A vida é muito simples. Para mim é um enorme prazer trabalhar com ele, tem uma cabeça muito legal. Vou sugar o máximo a presença dele e depois cabe ao Renê Simões e ao Ricardo Gomes trabalhar em função da saída de Dedé," comentou.

Dedé deve ficar em São Januário até o dia 30 de junho, data exigida no último contrato dele. Depois disso, o Vasco espera negociá-lo por um valor entre 10 e 15 milhões de euros (R$25 e R$40 milhões). Clubes europeus estão sendo ligados ao jogador, mas a possibilidade de Dedé se transferir para um time brasileiro não está descartada. O Corinthians é o principal interessado.

Relacionados