thumbnail Olá,

O holandês acredita que o desafio do clube carioca era maior e afirma que o Brasil não está preparado para receber jogadores estrangeiros.

O meio-campista Seedorf deu um entrevista ao programa Bate-Bola do canal ESPN Brasil, onde falou os motivos para ter escolhido o Botafogo. Ele também disse que o Brasil não está preparado para receber jogadores estrangeiros.

“Vim para encontrar de novo a alegria de jogar. Não gosto muito de falar, mas na minha última temporada no Milan, interna não foi tão boa. O treinador achava que eu deveria jogar menos jogos, e me colocava nos mais importantes. Mas eu sempre fui o jogador que joga sempre, que tem pique. Claro que meu rendimento foi menor, tudo por causa da falta de ritmo”.

Sobre a escolha pelo Botafogo ele afirma. “Tem a história do clube, conhecida pelo mundo, por esses jogadores que fizeram história (Didi, Garrincha, etc.), e o projeto é ambicioso. Conversei com clube, mas eu achei um desafio maior aqui. Era mais fácil ir ao Corinthians, que é um clube com estrutura já. A satisfação era maior assinando com o Botafogo. Para mim, era muito importante o desafio”.

“Acho que o Brasil não está pronto para receber muito jogadores de fora. Tem que ter certa cabeça, com certa ambição, vontade de se adaptar, e vontade de trazer o melhor dele aqui, e ter consciência do Brasil, porque tem vários clubes com vários problemas financeiros. Olha o Vasco, com problemas, o Flamengo e o próprio Botafogo”.

Relacionados