thumbnail Olá,

Tavares foi demitido depois de admitir, em entrevista, ter recebido inúmeras denúncias sobre corrupção na arbitragem brasileira

Aristeu Leonardo Tavares não é mais o presidente da Comissão Nacional de Arbitragem da CBF. A demissão do dirigente foi anunciada nesta terça-feira.

A demissão de Tavares foi ocasionada por uma polêmica entrevista concedida ao jornal "O Popular", de Goiás, onde o então presidente confessou ter recebido inúmeras denúncias sobre árbitros envolvidos em manipulação de resultados no país, e que muitos inclusive ainda estariam apitando, mesmo depois do Ministério Público ter sido informado a respeito.

Edson Rezende, atualmente encarregado da corregedoria da comissão de arbitragem, irá assumir o cargo interinamente até que José Maria Marin, presidente da CBF, aponte um sucessor.

Aristeu Tavares estava na Comissão de Arbitragem desde agosto de 2012, quando sucedeu Sérgio Corrêa no cargo. Aposentado desde 2007, o ex-árbitro esteve na Copa do Mundo de 2006 e era uma das 'medidas' de Marín para tentar resolver os constantes problemas de erros de arbitragem nos campeonatos brasileiros.

Relacionados