thumbnail Olá,

Justiça ordenou perícia para decidir se o antigo estádio será reconstruído

Nesta segunda, no Diário Oficial do município, a 2ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo divulgou decisão de promover perícia nas obras da Arena Palestra Itália para determinar se vai ordenar sua demolição e reconstrução do antigo estádio.

Vinte pontos foram considerados “obscuros” pela Justiça paulista, incluindo suspeitas de que o Palmeiras tenha usado notas fiscais frias para comprovar obras que teriam sido feitas entre 2002 e 2008 no Palestra Itália.

O Ministério Público argumentou que o estádio ficou mais de um ano sem receber obras a partir de 2002, o que implicaria que o alvará concedido para reforma estava vencido. Dessa maneira, as obras teriam sido feitas de maneira irregular.

O ex-dirigente do Palmeiras, José Ciryllo Júnior, responsável pelas notas sob suspeita, nega em absoluto que sejam frias ou que haja algo de irregular. Interessado no esclarecimento dos fatos, o Palmeiras também pediu a perícia, junto com a WTorre.

O MP já tentou outras duas vezes impor a destruição das obras, mas a Justiça negou os pedidos. Agora, porém, foi determinado que, em 45 dias, a recém-criada comissão deve analisar os documentos envolvidos. Apesar de a decisão ter sido assinada pelo juiz em agosto do ano passado, apenas hoje foi divulgada oficialmente pela justiça.

Relacionados