thumbnail Olá,

Mais um dirigente vascaíno deixou seu cargo - desta vez, Eduardo Machado, VP de marketing, que anunciou a renúncia em carta aberta divulgada no facebook

Os problemas internos do Vasco parecem não ter fim. Na noite deste sábado, o vice-presidente do marketing do clube, Eduardo Machado, anunciou a renúncia do cargo que ocupava desde abril do ano passado. Muitos dirigentes abandonaram o clube nos últimos meses por desavenças com o presidente Roberto Dinamite. Só no passado foram quatro: José Hamilton Mandarino (VP de futebol), Nelson Rocha (VP de finanças), Fred Lopes (VP de patrimônio) e José Pinto (VP de esportes olímpicos).

Em sua carta, publicada no facebook, Eduardo salientou que segue como conselheiro do clube, mas não deixou claro o motivo da sua saída.

"Informo que não sairei da vida do Vasco da Gama, isso é impossível. Continuo como conselheiro eleito, e o mais importante, continuo como torcedor que é a base de sustentação histórica do nosso clube.

"Deixo a vice-presidência de marketing com respeito e profissionalismo (não remunerado e voluntário não custa lembrar), agradecendo ao Presidente Roberto Dinamite e Diretoria Administrativa pela oportunidade que me foi dada, pela condição de trabalho e liberdade até o momento.

"Chegam pessoas competentes muito bem remuneradas e preparadas para conseguirem excelentes resultados para o Vasco da Gama. Não saio por divergências entre os vice-presidentes. Não saio por uma ação em grupo ou algo assim. Minha decisão de saída procura preservar decisões e caminhos que não são da minha alçada. Com respeito à presidência do Vasco da Gama, entreguei minha renúncia e deixei todas as ações/atividades/projetos e opiniões por escrito, para que não houvesse qualquer tipo de informação estratégica que fosse levada comigo. Além disso, coloquei-me formalmente à disposição para ajudar no que fosse necessário. Sempre que a presidência ou diretoria precisar, estarei disponível para dar minha opinião. Meu conceito de ética passa por aqui."

Relacionados