thumbnail Olá,

Palmeiras empata em seu último jogo antes da estreia na Copa Libertadores da América

A marca do Palmeiras nas últimas partidas tem sido a inconstância. Alternando bons e maus momentos dentro de uma mesma partida, o Palmeiras abriu o placar contra o Mogi Mirim, levou o empate, o gol de virada e, no fim, acaba lutando para garantir empate.

O time do Palmeiras fez um bom primeiro tempo, afinal. Infelizmente para time da capital, Fernando Prass falhou e acabou cedendo o empate antes que o juiz decretasse o fim da primeira etapa.

O técnico Gilson Kleina, com a saída de Barcos, resolveu apostar no jovem Caio, revelado na base. Aos 11’ do primeiro tempo, Márcio Araújo marcou seu terceiro gol com na terceira partida consecutiva batendo de fora da área, no ângulo. Palmeiras 1-0.

Tendo que combater um Palmeiras de toque de bola paciente, o Mogi Mirim resumia sua tática a arriscar chutes de longe. E foi assim que, aos 31’, Roni acertou o canto direito de Fernando Prass, que falhou e permitiu o empate dos donos da casa. Mogi Mirim 1 x 1 Palmeiras.
 

SEGUNDO TEMPO
 

No segundo tempo, o Palmeiras perdeu Maikon Leite e o Mogi perdeu Lucas Fonseca, que se chocaram no fim do primeiro tempo e precisaram ser substituídos.

Aos 3’ do segundo tempo, Caio marcou para o Verdão mas a arbitragem anulou o tento. Daí em diante, o Palmeiras foi perdendo volume de jogo a olhos vistos. Com muitos passes errados e jogadas improdutivas, o time da capital viu o Mogi Mirim adiantar sua marcação no meio-campo e começar a chegar perigosamente, com bom toque de bola.

Aos 24’ do segundo tempo, Roni, após falha de Wendel, fez 2-1 para o Mogi Mirim. O segundo gol do Mogi, o segundo de Roni, e o segundo em decorrência de falhas palmeirenses.

Aos 32’ minutos, Souza limpou um marcador, bateu cruzado e deu números finais ao placar: Mogi 2-2 Palmeiras.

 

 

 

Relacionados