thumbnail Olá,

Vice-diretor de futebol do Botafogo e empresário do lateral-direito Edilson divergem sobre situação de possível negociação do atleta com o clube carioca.

O contrato do lateral-direito Edilson com o Grêmio se encerra em fevereiro. O Botafogo mostrou interesse no atleta, mas, segundo o vice-presidente Chico Fonseca, não houve qualquer resposta por parte do empresário do jogador, Giuseppe Dioguardi.

“Perguntamos quanto seria para que ele pudesse jogar uma temporada, com opção de compra dos direitos econômicos e federativos, mas não houve resposta. Ainda não temos informações de valores, e tudo depende disso", alega Chico Fonseca.

O desencontro de discursos está no fato de que Dioguardi, empresário do jogador, diz nunca ter recebido qualquer contato do vice-diretor de futebol do Botafogo.

"Nunca falei com o Chico Fonseca sobre o Edilson. Se estão negociando com o jogador, estão falando diretamente com ele ou com o Grêmio, que detém os direitos federativos” afirmou Guiseppe Dioguardi.

Seja como for, o caso só será decidido na próxima semana, quando dirigentes do Grêmio voltam de viagem ao Equador, onde acompanham o time em preparação para jogo contra a LDU, pela Libertadores.

 

 

Relacionados