thumbnail Olá,

O novo vice-presidente do rubro-negro garantiu que a nova diretoria dará um jeito no clube carioca

Wallim Vasconcellos, atual vice-presidente do Flamengo e ex-executivo do BNDES, garantiu que não se intimida com o mundo do futebol, apesar de se assustar com absurdos como dívidas tributárias e atrasos salariais. No cargo há quatro dias, Wallim afirma que a má fase do clube rubro-negro chegou ao fim, e que o primeiro passo será resolver os problemas de penhora.

"Vamos resolver de verdade, buscar um acordo que possamos cumprir. Aí, com todo dinheiro que entrar, e tem muito para entrar com o nosso programa sócio-torcedor, patrocínio de camisas, entre outras coisas, o Flamengo será um dos clubes mais ricos do mundo nos próximos anos. Você pode ter certeza disso. Para isso, tem que ter credibilidade, e nós temos", afirmou.

O dirigente ainda falou sobre o pacto de silêncio existente na nova gestão flamenguista. "Só vaza pelo outro lado, do nosso lado não vaza. Nós não queremos aparecer. Falar que vai trazer o Messi só frustra a torcida e enfraquece o grupo, e não aceitamos pressão por jornal e nem leilões. Por isso desistimos de Robinho, Vargas, Nenê e Jorge Henrique", disse.

Wallim também aproveitou para prometer investimentos para concluir as obras do centro de treinamento e melhorar as instalações das categorias de base. "Soube que tem garoto que vem jogar aqui, mas desiste quando vê onde vai morar. Assim que o módulo profissional ficar pronto, os garotos vão ficar onde hoje o time de cima fica. Mas o que está sendo construído é espetacular. Vamos fazer um esforço e acabar como ele foi concebido. Vai ficar muito legal, muito bem feito", avisou.

Relacionados