thumbnail Olá,

O presidente fica no cargo até o final do ano

A crise no Palmeiras continua e ganha um novo capítulo. Neste sábado, o presidente Arnaldo Tirone confirmou que não tentará a reeleição para o cargo. Após dois anos de mandato, o dirigente foi bastante responsabilizado pelo rebaixamento do time.

"Foi uma decisão tomada ao longo dos últimos 30 dias. Tenho meus motivos, achei melhor não me candidatar e passar o bastão para um outro nome", afirmou Tirone, em entrevista para o portal Globoesporte.

O presidente ainda comentou sobre o trabalho feito. "Fiz o que pude para melhorar o Palmeiras, não posso ser acusado de não trabalhar. Não tenho arrependimentos, talvez eu pudesse ter feito mais pelo clube. Mas foi um bom mandato, com um final muito triste. Por isso, não vejo motivo para concorrer à reeleição."

Sobre o futuro, Tirone se recusou a falar o nome do sucessor. "Não vou ficar neutro, mas ainda não decidi quem vou apoiar na eleição. São dois bons candidatos, com boas ideias, e vou definir isso nos próximos dias."

Relacionados