thumbnail Olá,

Eduardo Bandeira de Mello foi eleito o novo presidente rubro-negro

O Flamengo começa a próxima temporada ainda no final de 2012. Nesta quinta, na Gávea, o novo presidente Eduardo Bandeira de Mello e toda a nova diretoria tomou posse do comando da equipe rubro-negra. Apesar de a assinatura acontecer apenas dia 2 de janeiro, a cerimônia ocorreu normalmente.

Além de Eduardo como presidente, Wallim Vasconcellos assumiu a vice-presidência do Flamengo e Paulo Pelaipe é o novo diretor-executivo de futebol, cargo que era de Zinho. O ex-jogador anunciou que não ficará no clube.

A chapa de Bandeira de Mello ganhou as eleições no dia 3 de dezembro, após desbancar a reeleição de Patrícia Amorim, que foi bastante criticada por torcedores e conselheiros. Além disso, a nova diretoria conta com apoio de Zico.

Durante a cerimônia, Patrícia pediu desculpas pelos erros. "Me coloco à disposição a tudo que foi preciso. Agradeço à minha família de não ter desistido de mim. Agradeço ao Flamengo por existir. Procurei fazer o melhor. Desculpe pelos erros e espero que sejam verificados os acertos."

O discurso do novo presidente, que veio após a da antiga, fez criticas duras à gestão anterior. "Hoje o Flamengo tem a justa fama de clube mau pagador, que desrespeita contratos, compromissos assumidos, não tem transparência e chega a ser irresponsável no seu papel de contribuinte. Hoje vivemos uma situação aflitiva com penhoras, motivadas por não pagamentos."

A primeira atitude dos novos dirigentes foi a tentativa de contratar o atacante Robinho. Porém, nas semanas recentes, o clube informou que achou os valores altos e disse que o clube não irá fazer loucuras para ter o jogador.

Relacionados