thumbnail Olá,

Em entrevista ao jornal Extra, Romário disparou ofensas ao presidente do Vasco, Roberto Dinamite. O motivo seria a ameaça de ter sua estátua coberta ou removida de São Januário

Em entrevista ao jornal Extra, Romário disparou ofensas ao presidente do Vasco, Roberto Dinamite. O motivo seria a ameaça de ter sua estátua coberta ou removida de São Januário. O Baixinho chamou o Dinamite de "recalcado" e "otário".

Confira a entrevista na íntegra:

Roberto já admite cobrir sua estátua, em São Januário. Ficaria surpreso?

Aquela estátua é, pra mim, um orgulho, uma honra. Foi colocada pela diretoria anterior por merecimento. Não está ali porque sou legal ou por amizade. Representa um momento bacana para mim. Inveja é arma de otário. Os vascaínos sérios sabem o que fiz pela história do clube. Cobrir a estátua é uma babaquice. Eu, de carne e osso, não pego resfriado na chuva. Roberto pode ficar tranquilo. A estátua não vai ficar gripada.

E se o Roberto derrubar ou cobrir a estátua?

Ele só mostraria que é um otário. Eu gostaria de nunca sair dali, mas não vou ficar chateado. Quem vai ficar chateado é o vascaíno. Roberto tem que parar com essa inveja. Ele tinha o direito de ter uma estátua ali. Não tem por falta de sorte, pois deve ter merecido até mais do que eu. A única coisa que resta de mim no Vasco é aquela estátua. Até o meu filho eu já tirei de lá.

Se você admite que tirou o Romarinho de lá, por que ficou tão aborrecido?

Meu filho estava lá desde os 14, 15 anos, vendo os filhos dos outros jogando, alguns sem qualidade. Estavam de sacanagem com ele. Há dois anos, aconteceu o seguinte: Romarinho estava cansado, diminuiu o ritmo, e o preparador físico disse pra ele: "Tá pensando o quê? Só porque você é filho do Romário? Aqui, a gente trata todo mundo igual". Ali, eu vi que havia retaliação.

Romarinho está feliz com a mudança para o Brasiliense?

É o momento mais feliz da vida dele. Vai ficar seis meses do meu lado, o que não foi possível depois que me separei da mãe dele. Lá no Vasco, abriram mão agora, mas no futuro vão ter que gastar muito para comprar o passe dele. E vão ficar só batendo palma porque o Romarinho estará longe.

Romarinho não se sente exposto por suas declarações?

Meu filho tem apenas 19 anos, mas é inteligente. Os meus problemas, quem resolve sou eu. Os problemas dele, quem resolve sou eu.

Vai levá-lo para o Barcelona?

O recesso em Brasília começa no dia 20. Vou à Espanha conversar com o Sandro (Rosell), que é o presidente do Barcelona, e com o Zubizarreta (diretor). Em princípio, Romarinho ficaria no Barcelona B. Por isso, quero que ele tenha alguma experiência profissional. Eu gostaria de ver meu filho no Barcelona, no PSV ou no Valencia.

Romarinho disse que continuaria a torcer pelos juniores do Vasco. Você vai torcer contra o Vasco?

Sou América de coração, mas honrei, com meu suor, as camisas do Vasco, do Flamengo e do Fluminense. Nunca vou deixar de torcer por esses times. Não preciso contar história. Se o Roberto acha que me ajudou, eu também o ajudei. Ele me dava a bola, e eu fazia o gol. A ajuda foi recíproca.

Já pensou em trabalhar como gestor de algum clube?

Estou começando a pensar em ser presidente do clube do meu coração. Quando eu for presidente do América, vou convidar o Roberto para me visitar e aprender um pouco. Ele não tem capacidade de administrar o Vasco e já foi abandonado por 80% de seus aliados.

A dívida do Vasco com você, mais de R$ 50 milhões, não vai quebrar o clube?

O Vasco é muito maior do que essa merda de dívida. Se venderem três, quatro jogadores, me pagam. O Vasco vai quebrar é se o Roberto continuar na administração. Pergunta ao Juninho e ao Felipe se estão satisfeitos! É um merda de presidente. Não quero um real a mais do que me devem.

Você aceitaria entrar num acordo com o Vasco?

É claro que sim. Quero resolver. Sei das dificuldades dos clubes, mas o que é assinado deve ser cumprido.

Tem se aproveitado da imunidade parlamentar para falar mal dos desafetos?

Olha aqui, não falo nem mais nem menos do que já falava antes da política. Em nenhum momento me aproveito da imunidade parlamentar. Falo como deputado, sim. Mas, agora, quem está falando é o ex-jogador, o ídolo. Apesar de que vou falar agora uma coisa de política: olha só os votos do Roberto na última eleição...

Roberto não aconselha você a ir ao clube . Iria lá?

Enquanto ele estiver lá, talvez eu seja persona non grata. Mas, se um dia eu for convidado, é claro que vou. Comecei no Vasco, entrei e saí pela porta da frente. Foi lá que fiz meu gol mais importante, o milésimo. Roberto não vai sujar essa história. Se ele tirar a estátua, vai mostrar o quanto é recalcado. Não posso fazer nada se ele só foi o Roberto.

Quais são os planos para a carreira política?

Meu mandato termina no dia 2 de fevereiro de 2015. Talvez eu dispute a eleição para deputado federal de novo. Estou feliz pra caramba. Todo mundo fala bem do meu trabalho. Tenho credibilidade. Não vivo de transações. Não saio nos jornais como alguém que mexe em merenda escolar.

Por que defende uma CPI para a CBF?

O contrato da TAM; funcionários da CBF enriquecendo; Del Nero investigado; o ex-presidente (Ricardo Teixeira) recebe três vezes mais do que antes; o contrato mal feito com o Comitê Organizador Local... É o meu papel. Colhi as assinaturas em tempo recorde. Há 10 pedidos de CPI na minha frente. A minha é a 11ª.
Mas, antes de pedir a CPI, você esteve com o presidente Marin e apertou a mão dele...
Estive com ele. Acreditei, mas aí vi que ele fazia tudo diferente do que eu pensava. O Jornal Extra mesmo deu uma matéria dizendo que sei lá quantos convocados pelo Mano Menezes foram negociados. Alguma coisa lá está errada.

Iria de novo na CBF?

Se eu tiver que ir lá, eu vou. Não tenho nada contra a instituição, mas as coisas lá não estão correndo bem.
O que tem achado do Messi?
É o grande nome do futebol mundial. Tomara que ele não consiga ser campeão aqui. Perder a Copa para a Argentina seria uma derrota, né? Só falta essa... Já pensou, que merda?!?!


Relacionados