Neymar deve diminuir patrocionadores para evitar desgaste com compromissos

Gerenciadora da imagem do jogador quer aliviar agenda do camisa 11 até 2014, sem prejudicar seus ganhos
Vai ficar mais difícil contar com o atacante Neymar como estrela de peças publicitárias. A IMX, empresa que gerencia a imagem do jogador, anunciou que irá reduzir os compromissos publicitários do jogador até 2014, atividades que preenchem sua agenda além do Santos e da Seleção brasileira. No entanto, a ideia é que os ganhos do camisa 11 não se alterem com a redução de empresas ligadas a seu nome.

Atualmente, Neymar é patrocinado pelas empresas Nike, Volkswagen, Panasonic, Red Bull, Tenys Pé Baruel, Lupo, Ambev, Claro, Unilever, Banco Santander e Baterias Heliar, além da própria IMX e 9ine, do ex-atacante Ronaldo. Através de uma renegociação de valores, o objetivo é que o número baixe para apenas cinco grandes marcas.

Em 2012, por exemplo, Neymar já disputou 64 partidas no total, contando Santos e Seleção brasileira.