thumbnail Olá,

"Reeleição não é agora, será falado na hora certa. O que posso dizer é que hoje, domingo, não tenho motivação alguma para tentar uma reeleição"

Abatido após a derrota por 3 a 2 para o Fluminense, neste domingo, Arnaldo Tirone, ainda não sabe se vai concorrer à reeleição. O atual mandatário do Palmeiras revelou sua falta de motivação em concorrer novamente ao cargo. Principalmente se o provável rebaixamento à Série B se confirmar.

Apesar do desânimo, ele mantém um fio de esperança – na salvação e na candidatura. Por isso, não quis conversar muito sobre o assunto.

"Reeleição não é agora, será falado na hora certa. O que posso dizer é que hoje, domingo, não tenho motivação alguma para tentar uma reeleição",
 
Em entrevista recente, ele chegou a dizer que daria uma nota muito baixa para seu mandato. Hoje, sem uma avaliação tão precisa, ele admite que tem um arrependimento:

"O único arrependimento é que eu acho que poderia ter feito mais. Posso dizer que o presidente do Palmeiras está muito chateado. Se sou responsável por tudo isso? Claro que sou".

As candidaturas para a eleição presidencial em janeiro ainda não estão definidas. O nome de Paulo Nobre, derrotado no último pleito, é tido como certo na disputa. O ex-diretor de futebol Wlademir Pescarmona também é um possível aspirante ao cargo.

Relacionados