thumbnail Olá,

"Francamente, não poderia fazer. Prefiro que o reconhecimento do trabalho venha de fora, antes que de mim mesmo".

Diferente de CR7, que garantiu que votaria em si mesmo para o melhor do mundo, Casillas afirmou, em entrevista publicada nesta terça-feira pela "France Football" que não apontaria a si mesmo como melhor do mundo por uma razão de “ética profissional”.

"Francamente, não poderia fazer. Prefiro que o reconhecimento do trabalho venha de fora, antes que de mim mesmo".

Com o poder de votar para os vencedores da Bola de Ouro, por conta de seu lugar de capitão da seleção espanhola, o goleiro afirmou que vai escolher Sérgio Ramos, seu companheiro de time e seleção.

"Posso assegurar que fez a temporada mais completa dos últimos oito anos. É um defensor incrível e foi sensacional durante todo o Espanhol e terrível durante a Eurocopa, embora a maioria das pessoas fiquem lembrando do pênalti que ele perdeu nas semifinais", disse, citando o duelo em que a Espanha passou por Portugal para ir a final.

Além do defensor, seus outros votos vão para Cristiano Ronaldo e para outro companheiro de seleção espanhola, ainda indefinido.

"Um voto vai para Cristiano Ronaldo, por seus gols e títulos, e o outro a um espanhol, talvez o Xavi".

Relacionados