thumbnail Olá,

Alheio às brigas por vaga na Libertadores e contra o rebaixamento, o volante Paulinho avisou que o Corinthians não vai ajudar ninguém

Na zona de conforto no Campeonato Brasileiro, a partir do próximo sábado, contra o Vasco, o Corinthians utilizará as partidas do campeonato como preparação para o Mundial de Clubes. Alheio às brigas por vaga na Libertadores e contra o rebaixamento, o volante Paulinho assegurou: o Timão não se importa com as situações vividas pelos adversários, sejam elas quais forem.

"Não queremos ajudar ou prejudicar também. Temos de cumprir nosso trabalho com competência, pensando somente em nós mesmos", afirmou o jogador.

No último sábado, uma derrota alvinegra para o Bahia prejudicaria o arquirrival Palmeiras, já que o Tricolor baiano é o primeiro time fora da zona de degola, enquanto os alviverdes ocupam a 18ª colocação, com 32 pontos - a quatro dos baianos. A partida terminou empatada por 1 a 1, e os jogadores do Timão negaram qualquer preocupação alheia à partida. O atacante Jorge Henrique chegou a disparar contra o rival, acusando suposta "entrega” do Verdão ao Fluminense para tirar o Timão da briga pelo título do Brasileirão de 2010.

O técnico Tite já se mostrou bastante irritado com o assunto em entrevistas coletivas, assegurando nível máximo de seriedade até o fim do Brasileirão. Na próxima sexta-feira, o treinador entregará à Fifa uma pré-lista com 35 jogadores inscritos para a disputa do Mundial. Um mês depois, a relação será reduzida a 23 nomes. Assim, a intenção é utilizar os seis jogos que restam no torneio como “laboratório” para acertar os últimos detalhes técnicos e táticos.

Com o período de folgas encerrado, o Corinthians deverá usar força máxima até a última rodada do Brasileiro. A viagem ao Japão está marcada para a madrugada do dia 4 de dezembro, dois dias após o fechamento do campeonato.

Relacionados