thumbnail Olá,

Além da fama de artilheiro, Fred vem se especializando em lances plásticos, como golaços de voleio e bicicleta

Fred ficou fora de nove jogos do Fluminense neste Brasileiro e está longe de ser o maior finalizador do campeonato - concluiu 44 vezes, quase a metade que Souza, do Náutico, o líder no quesito, e não figura nem na lista dos 20 primeiros. Mas, ainda assim, é o artilheiro isolado da competição, com 13 gols. Se somar os números do ano passado no mesmo campeonato, o atacante balançou a rede 32 vezes nos últimos 33 jogos.

A média impressiona o camisa 9 tricolor, que ainda não conseguiu terminar como goleador do Brasileirão (bateu na trave em 2011, quando ficou um gol atrás de Borges).

"É uma maravilha para mim. Sou atacante, vivo de gols, e esses números me motivam cada vez mais. Estou pegando o jeito. Sei das dificuldades dentro e fora de casa, são muitos jogos e onde aparecem poucas chances de gol. Fico bem feliz por estar fazendo", destacou.

Além da fama de artilheiro, Fred vem se especializando em lances plásticos, como golaços de voleio e bicicleta. Questionado se falta executar alguma jogada em seu cartel, ele citou Messi para evitar acomodação e garantiu não se importar com a beleza dos gols.

"Fazer gol é bom de qualquer jeito, em clássico é especial, em decisão é mais ainda, seja de pênalti, canela, escanteio... De um jeito ou de outro, acaba saindo da forma que tem que sair mesmo. Mas falta muita coisa, se pudesse escolher... Estava vendo o Messi, pega a bola no goleiro e sai driblando. Não dá para mim, minhas características são outras".

Na próxima rodada, Fred terá pela frente o Botafogo, neste sábado, às 18h30, no Engenhão. Com 59 pontos, o Fluminense é o líder a 11 jogos do fim do Brasileirão.

Relacionados