thumbnail Olá,

Meia afirma não ter sido informado sobre regra do Brasileirão

O momento do meia Dátolo no Inter não é dos melhores: após passar um longo tempo se recuperando de uma cirurgia, o argentino acabou discutindo com o técnico Fernandão durante um treino e viu seu espaço no grupo diminuir consideravelmente, ficando de fora de mais uma relação do Colorado, que encara o Cruzeiro neste sábado, em Minas.

Em entrevista ao Terra, o jogador se diz tranquilo com a situação que vive no clube, e nega um atrito maior com o treinador, explicando a atitude que o levou a ser expulso da atividade.

"Acho que ele [Fernandão] já tem um time e já sabe com quem vai contar. Não é uma coisa pessoal. Se me deixou fora do treinamento é uma decisão que só ele sabe. Eu não quero ser um problema nem nada, só quero jogar no Internacional e estar preparado para jogar. Sou um profissional e estou acostumado com esta situação", disse o argentino.

"Eu estava no coletivo normal e cobrindo a bola, e aí ele me cobrou algo e chutei a bola longe. Agi errado, porque um profissional não deve fazer isto, mas estou muito nervoso, porque não consigo jogar. Estou bem e quero jogar no Internacional. Quando chega o momento da lista dos concentrados e não vem o meu nome, fico nervoso."

Contratado no início do ano, Dátolo disse desconhecer a regra para a utilização de estrangeiros em competições nacionais, que limita os clubes a utilizar no máximo três jogadores de fora nos jogos. Mais uma situação que pode levá-lo a repensar sua permanência no clube no próximo ano, embora afirme que a meta seja a afirmação no time titular.

"Não sabia nada deste assunto de estrangeiros, e estou preocupado por não jogar. Eu quero jogar, desejo jogar pelo Inter por muitos anos. Entendo a situação, mas vai chegar um momento que vai chegar dezembro e, se seguir a mesma situação, vou conversar com a direção e ver o passo a seguir. Não posso ficar assim porque não me sinto útil."

"Minha cabeça está no Internacional.  Só que necessito jogar porque jogador que não joga perde valor por si mesmo. Precisa jogar para seguir com a carreira em todos os sentidos. Se não conseguir jogar, eu vou sentar com a direção e definir o meu futuro. Eu quero jogar no Internacional, mas não posso jogar [agora]", disse o jogador.

Em 26 jogos com a camisa do Inter, Dátolo marcou dez vezes.

Como se atualizar com as notícias do futebol mundial fora de casa? Com http://m.goal.com - sua melhor fonte de cobertura para celulares do futebol.
   

Relacionados