thumbnail Olá,

Mandatário tenta reeleição no comando do Tricolor gaúcho

Nesta segunda-feira, o presidente Paulo Odone lançou oficialmente sua candidatura ao cargo máximo do Grêmio para o biênio 2013-2014, já indicando qual será seu trunfo para seguir no comando do clube: o trabalho de Vanderlei Luxemburgo. O mandatário afirma já ter um acerto para que o treinador continue o trabalho iniciado este ano.

"Já falei duas vezes com o Luxemburgo. Ele fica comigo, sim. Temos um acordo, um acerto. Quando o contratei, disse que queria até o fim de 2013, mas o contrato é até 2012 por causa da eleição. Se eu seguir na gestão e a gente for à Libertadores, ele fica até o fim de 2013. Está acerto, temos as bases definidas já. Ele está ansioso por isso", afirmou, conforme publicado no Globoesporte.

Odone lembrou os feitos de sua administração passada, iniciada em 2005, mas que acabou interrompida pela gestão Duda Kroeff, em 2009, para reforçar seu discurso. E aposta na nova Arena Tricolor, que será inaugurada no final do ano, para garantir o futuro do clube, e da equipe.

"Sair da segunda divisão, daquele buraco, foi fácil. Difícil foi construir o futuro do clube. A Arena é um projeto maluco que virou realidade. Mudaremos de casa, mas não mudaremos o clube. Precisamos de continuidade."

"O estádio dará dinheiro para investir no futebol. O Olímpico com 60 anos tem relação difícil de manutenção. Tiramos dinheiro do futebol e do sócio para mantê-lo", concluiu.

No início da noite de terça-feira, será realizado o primeiro turno das eleições tricolores, restrita a conselheiros, na qual os candidatos de oposição (Fábio Koff, Homero Bellini Jr e Eldir Antonini) precisam superar a cláusula de barreira de 20% para avançarem à segunda fase. A nova etapa, já com a presença de sócios, ocorrerá no final de semana dos dias 20 e 21 de outubro.

Como se atualizar com as notícias do futebol mundial fora de casa? Com http://m.goal.com - sua melhor fonte de cobertura para celulares do futebol.
   

Relacionados