thumbnail Olá,

Pedro Conceição critica divulgação da contratação pelo clube do Morumbi; Tricolor se defende de acusação

A negociação que levou o meia Ganso ao São Paulo terminou, enfim, na última semana, mas a repercussão parece longe dessa realidade. Membro do Comitê de Gestão do Santos, Pedro Luis Conceição acusou o clube do Morumbi de falta de ética nas etapas finais da transferência, afirmando que o Tricolor já tinha fotos do jogador com a camisa da equipe antes mesmo da negociação se dar por encerrada.

"O ponto máximo ocorreu imediatamente após a negociação ser concluída. Por volta das 2h, quando o Paulo Henrique assinava o distrato e o contrato com o São Paulo, a negociação estava sacramentada. Imediatamente, nosso pessoal acessou a página na internet do São Paulo, e já tinha fotos do nosso ex-jogador com a camisa do novo clube, ao lado de dirigente do novo clube, e declarações sobre o São Paulo. Mas cada um tem  uma visão do que é ético ou não", sugeriu Conceição durante entrevista à Rádio Bandeirantes neste sábado.

No entando, o São Paulo não deixou barato e respondeu em seguida: o diretor de futebol João Paulo de Jesus Lopes afirmou que o Tricolor agiu de maneira responsável antes de oficializar a transferência, mas evitou entrar em conflito com os alvinegros.

"O São Paulo só tirou as fotografias, e as manteve sigilosas, no instante em que entendia que o negócio estava fechado. O que ocorreu na madrugada foram apenas formalizações. O negócio estava fechado, já havia definição que ele era do São Paulo. E só divulgamos no site após a concretização. Houve um equívoco do Dr. Pedro", afirmou à mesma fonte.

Ganso ainda não tem previsão de estreia pelo São Paulo, tendo iniciado na sexta o processo de recuperação de uma lesão na coxa, problema que o perseguia quando ainda atuava pelo time da Vila Belmiro.

Como se atualizar com as notícias do futebol mundial fora de casa? Com http://m.goal.com - sua melhor fonte de cobertura para celulares do futebol.
   

Relacionados