thumbnail Olá,

Comissão técnica já planeja trabalho diferenciado para os titulares visando a competição em dezembro

Com pouco menos de três meses para o início do Mundial de Clubes, no Japão, o Corinthians coloca o torneio cada vez mais em pauta. E pode se beneficiar de quem já viveu essa realidade de perto. Campeão do Mundo em 2005 pelo rival São Paulo, o meia Danilo lembra a forma como o clube optou para realizar a melhor preparação possível para o campeonato.

"Em 2005, o São Paulo deu 15 dias de férias para os jogadores depois que chegamos à zona de conforto  no Brasileiro. Isso aliviou muito e fez com que a gente só se preparasse para o Mundial. Valeu a pena. E o Tite disse que pretende fazer o mesmo", conta, em entrevista ao Marca Brasil.

"A preparação física para o fim do ano é muito importante. E aqui o pessoal está muito preparado para nos deixar bem."

A ideia agora é que a equipe evita o risco do Z-4 antes de tirar o pé do acelerador.

"Temos que chegar logo a essa zona de conforto que o Tite falou. Quanto antes, melhor. Isso nos deixará pronto para pensar só no Mundial. Foi assim no São Paulo e fez diferença."

"Estávamos, naquela época, focados como estamos aqui agora. Isso já é muito importante."

Na reta final, os titulares devem voltar à ação pela Série A para entrarem no ritmo do torneio 'tiro curto' no Oriente.

"Pelo São Paulo, a gente jogou nos últimos quatro ou três jogos (do Brasileiro) como se já estivéssemos no Mundial. Isso fez uma diferença no nosso ritmo de jogo. Aqui temos que fazer a mesma coisa porque ajuda muito", encerrou Danilo.

Como se atualizar com as notícias do futebol mundial fora de casa? Com http://m.goal.com - sua melhor fonte de cobertura para celulares do futebol.
   

Relacionados