thumbnail Olá,

Para o zagueiro Dedé, os três pontos darão tranquilidade ao time para trabalhar, mas o atacante Carlos Tenorio,ressalta que isso é pouco

A vitória de virada sobre o Palmeiras, por 3 a 1, três dias após a goleada sofrida para o Bahia, por 4 a 0, permite aos vascaínos respirarem mais aliviados. Até porque a pequena torcida presente a São Januário fez pressão com protestos antes mesmo de a bola rolar nesta quarta. Para o zagueiro Dedé, os três pontos darão tranquilidade ao time para trabalhar, mas o atacante Carlos Tenorio, embora concorde com o companheiro, ressalta que isso é pouco.

"Melhor ainda foi do jeito que a gente ganhou, com uma pressão danada. Conseguimos trabalhar a bola, isso é bom para a gente, levantar a autoestima do grupo - disse Dedé, que atuou 48 horas antes pela Seleção", em entrevista à Rádio Globo logo após o jogo.

Autor de um dos gols, o equatoriano acredita que o Vasco precisa buscar muito mais.

"O time não pode achar que ganhou e está tudo certo. Dá uma tranquilidade, mas não é o que estamos buscando", resumiu o Demolidor.

O próximo jogo do Vasco no Brasileirão será no domingo, em Varginha (MG), contra o Cruzeiro, às 16h (de Brasília). O técnico Marcelo Oliveira, contratado para a vaga de Cristóvão Borges, treina o time nesta quinta pela primeira vez, na Colina, e estará no banco de reservas no fim de semana. Desta vez, o auxiliar Gaúcho comandou os jogadores de forma interina.

Relacionados