thumbnail Olá,

Promotor do MP afirma que órgão seguirá tentando a interdição do estádio, que passa por reforma

Por três votos a zero, a 19ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça decidiu por manter a permissão para que o estádio Beira-Rio recebe partidas. A batalha entre Inter e Ministério Público e Inter, no entanto, não deve terminar tão cedo, já que o órgão entende que a arena, que passa por obras, não apresenta condições mínimas de segurança para sediar eventos de grande público.

Enquanto uma nova decisão não sai, o estádio colorado deve receber o clássico Gre-Nal, no dia 26 de agosto.

"Prevaleceu o bom senso na decisão. Foram votos extremamente bem fundamentados. A partir de agora, o Inter precisará ter ainda mais cuidados com a segurança do Beira-Rio", comemorou o advogado Mauro Glashester, em declarações publicadas pelo Zero Hora.

Já Fábio Sbardelotto, promotor do MP, acredita na reversão do resultado desta terça-feira.

"Não foi negado (pelos desembargadores) o risco que o Beira-rio oferece ao torcedores, mas, em nome de interesses maiores, decidiram liberar o estádio."

"Jogaram toda a responsabilidade no colo da Brigada Militar, que agora precisará garantir a segurança no clássico. O Ministério Público seguirá buscando a interdição, possivlemente no STJ, em Brasília", concluiu.

Como se atualizar com as notícias do futebol mundial fora de casa? Com http://m.goal.com - sua melhor fonte de cobertura para celulares do futebol.
          

Relacionados