thumbnail Olá,

Para o capitão, equipe terá de aprender a jogar sem o camisa 7

A transferência do meia Lucas para o Paris Saint-Germain, acordada no início da semana, pegou os membros do elenco e comissão técnica do São Paulo de surpresa. O jogador fica no Morumbi até o final da temporada, mas deve desfalcar a equipe nas próximas convocações da Seleção brasileira.

Devido ao amistoso contra a Suécia, na próxima terça, o garoto só voltará a ficar à disposição do técnico Ney Franco no outro final de semana, na 18ª do Brasileirão.

"Embora eu não tenha participado (da negociação), foi definido dessa forma que ele ficaria (até o final do ano). Eu imagino que esse jogador vai fazer um seguro. A parte técnica nós queremos aproveitar, respeitando sempre a parte física, não só do Lucas, mas de todos os atletas. Vamos começar a ter sequência de jogos, domingo, no Brasileiro, e quarta, na Sul-Americana", comentou o comandante, em declarações reproduzidas pelo Terra.

Para o goleiro Rogério Ceni, o Tricolor já está tendo a oportunidade de ser testado sem o camisa 7, e deve cada vez mais aprender a não tê-lo como referência.

"Temos de se virar sem ele [Lucas]. É um valor diferente do normal do que temos ouvido, mas ainda temos jogos sem ele, como os amistosos. Temos de se virar sem ele", encerrou o capitão.

O São Paulo recebe o Grêmio no Morumbi no próximo domingo, às 16h. Sem Lucas, é claro.

Como se atualizar com as notícias do futebol mundial fora de casa? Com http://m.goal.com - sua melhor fonte de cobertura para celulares do futebol.
          

Relacionados