thumbnail Olá,

"Uma coisa que a torcida do Atlético-MG não pode reclamar é que eu não estou dando sangue no jogo, literalmente", disse

Após ser contestado na reta final do Campeonato Mineiro, Richarlyson teve boa atuação na estreia do time no Brasileirão. Na oportunidade, o lateral protagonizou algo inusitado, já que, em dois lances seguidos, chocou cabeça com cabeça contra os zagueiros adversários, o que lhe rendeu muito sangue, seguidos de dois pontos na volta a Belo Horizonte.

"Uma coisa que a torcida do Atlético-MG não pode reclamar é que eu não estou dando sangue no jogo, literalmente. Mas o importante é esse espírito guerreiro que temos colocado em todas as partidas. É isso que temos buscado para o Atlético-MG conseguir coisas boas", disse.

Com a semana cheia para se recuperar e trabalhar, o lateral reconheceu as qualidades do Corinthians, mas nem pensa em deixar escapar pontos dentro de casa.

"É uma equipe grande, que já tem sido dirigida pelo mesmo treinador há muito tempo, está montada e é bem distribuída dentro de campo. São alguns quesitos que eles têm que temos que ficar de olho. Mas temos que seguir no nosso objetivo, respeitar o time deles, mas saber que o Brasileirão é de regularidade. Quem pensa grande na competição não pode perder ponto dentro de casa".

Relacionados