thumbnail Olá,

Em sua primeira coletiva, diretor adota discurso rígido, critica boatos de crise e exalta presença de Ronaldinho no elenco

Apresentado oficialmente nessa sexta-feira, o diretor de futebol Zinho já deu indícios de como será seu trabalho no Flamengo. Profissionalismo foi sua palavra de ordem, afim de minimizar as crises internas pelas quais o clube vem passando.

"A maioria dos atleta mais cascudos, os mais experientes, já trabalhou comigo. Eu ainda era jogador, mas eles viam o meu jeito de ser. Eu quero viver essa situação nova e já adianto que sou altamente profissional e não gosto de conversa fiada. Falei para os atletas que qualquer problema é só falar comigo. Vou fazer o melhor para eles renderem seu melhor também. A função deles é jogar bola. Ser profissional é isso", declarou.

Crise, aliás, é uma palavra que o ex-jogador não prefere associada à situação do clube.

"Tenho escutado muita coisa. Problemas e coisas boas. No Flamengo tudo é superdimensionado. Uma coisa que é normal em outro clube, no Flamengo parece maior. E não existe necessidade disso."

Por fim, o novo diretor de futebol exaltou a presença do meia Ronaldinho Gaúcho, com quem garante ter um bom relacionamento.

"Joguei com ele quando ele tinha 19 anos. Já era o destaque no Grêmio. Gostei muito de revê-lo, de dar um abraço nele e ver a recíproca verdadeira. O Ronaldinho é uma estrela mundial e tem 32 anos. Tem muita coisa para render ainda. Quando se tem uma meta, você se motiva e eu quero ele assim comigo. Na verdade não só ele, mas todo o grupo. Ele faz parte de um elenco e tem um papel muito importante. Vamos fazer um trabalho com respeito e honestidade", encerrou Zinho.

Como se atualizar com as notícias do futebol mundial fora de casa? Com http://m.goal.com - sua melhor fonte de cobertura para celulares do futebol.

Relacionados