thumbnail Olá,

Um atleta dos finalistas da Champions League pode vencer o prêmio de melhor do ano, sugere ex-técnico do Bayern

A final inédita entre duas equipes alemãs na Champions League abre um precedente histórico no futebol do país, que pode, talvez, buscar um reconhecimento que não chega há quase duas décadas: o prêmio Ballon D'Or para o melhor jogador do ano. Na visão do técnico Ottmar Hitzfeld, campeão europeu pelo Bayern de Munique em 2001, um atleta alemão tem boas chances de 'destronar' Lionel Messi e impedir o quinto título seguido do argentino no final do ano, quando será realizada nova eleição.

"Jogadores de Bayern e Dortmund tem boa chance na eleição do Ballon D'Or este ano. A final da Champions League será um momento importante", afirmou o atual treinador da seleção suíça à revista Kicker. "A final da Champions League será um momento muito importante."

"Thomas Muller, em particular, me impressionou muito nessa temporada, ele conseguiu evoluir muito bem. E, claro, não podemos esquecer de Robert Lewandowski."

"Gotze, também, é um jogador de classe mundial, e sua transferência só vai motivá-lo a ir mais longe. Se o Bayern tiver vencido a Champions League, vai ser ainda mais fácil para ele."

O último Ballon D'Or vencido por uma equipe alemã aconteceu em 1996, quando o atual diretor de futebol do Bayern, Mathias Sammer, venceu a eleição da honraria, à época organizada apenas pela revista France Football.