thumbnail Olá,

Presidente do Bayern é investigado por sonegação de impostos na Alemanha

Ídolo e presidente de honra do Bayern de Munique, o ex-jogador e técnico Franz Beckenbauer disse que a decisão do clube de rejeitar a saída de Uli Hoeness da presidência do clube foi um voto de confiança para o dirigente, que vive sérios problemas com o fisco alemão.

Hoeness teve descoberta uma conta secreta na Suíça no valor de 20 milhões de euros, sem nenhum conhecimento da agência tributária da Alemanha.

“É um grande voto de confiança e eu realmente espero que ele saia ileso desse episódio fiscal”, disse o Kaizer em entrevista para a Image.

Relacionados