thumbnail Olá,

Técnico do Borussia Dortmund disse que está cansado de perguntas sobre o futuro de Lewandowski, que pode trocar os negro-amarelos pelo Bayern

Perguntado, após a derrota por 1 a 0 do Borussia Dortmund para o Bayern de Munique, na Copa da Alemanha, se o atacante Robert Lewandowski poderia sair de seu time rumo ao clube bávaro, o técnico Jurgen Klopp disse que algumas estrelas do time de Munique podem não gostar muito da ideia.

Klopp mostrou certa impaciência com as perguntas sobre o futuro de Lewandowski no Borussia e disse que atletas como Mario Gomez e Robben – que marcou o gol que classificou os bávaros para a semifinal do torneio, nesta quarta -, atualmente reservas no Bayern, podem buscar novos ares caso não continuem sendo aproveitados.

“Estaria mais interessado aonde Gomez e Robben jogariam na próxima temporada. Não acho que eles vão passar outro ano (no banco de reservas). Talvez isso seja mais interessante do que ficar sempre falando sobre Lewandowski”, disse Klopp.

Sobre a eliminação do Borussia Dortmund, atual campeão da Copa da Alemanha, Klopp disse que sua equipe teve atuações distintas nos dois tempos.

“Foi um jogo muito intenso. No primeiro tempo mostramos muito pouco. A segunda etapa foi melhor, mas você tem que jogar bem durante 90 minutos para vencer o Bayern”.

“Não vi 17 pontos de diferença hoje. Deveríamos ter causado mais problemas para o Bayern no primeiro tempo e é com isso que devemos ficar chateados. Mas a diferença não foi grande. Voltaremos aqui novamente e poderemos ganhar partidas aqui de novo”, disse o treinador.

Weidenfeller concorda com Klopp e lamenta falta de inspiração do ataque

O goleiro Roman Weidenfeller concordou com o seu técnico, mas se mostrou satisfeito porque a equipe se manteve firme durante boa parte da partida.

“Nosso jogo ofensivo não foi tão eficiente. Tivemos uma ou duas situações de gol, poderíamos ter marcado, mas mesmo assim não foram grandes chances. O Bayern está muito forte neste ano. A Alemanha sabe disso, assim como nós. Mesmo assim os enfrentamos de igual para igual”, disse o goleiro.

Relacionados