thumbnail Olá,

Zagueiro do Chelsea teria provocado o lateral no lance que motivou o cartão vermelho ao final do clássico

A expulsão do lateral-direito Rafael foi o centro das atenções no clássico entre Manchester United e Chelsea, vencido pela equipe de Londres neste domingo. O técnico Alex Ferguson criticou o zagueiro David Luiz, que teria provocado a falta forte de seu compatriota ao agredi-lo sem bola antes do lance que acabou motivando a punição do árbitro Howard Webb.

David foi flagrado sorrindo pela transmissão da partida após a marcação da falta, atitude reprovada por muitos na Inglaterra.

"Foram as cotoveladas", Sir Alex disse em entrevista à Sky Sports. "Ele [Rafael] retaliou, foi isso o que aconteceu. Quem responde está sempre sujeito à punição mais severa."

"Ficou bem claro que Luiz deu umas duas cotoveladas nele, mas foi uma decisão precipitada [de Rafael]. Ele é jovem, e deveria saber que retaliação nunca funciona."

"Não diria que ele teve uma conduta violenta. O juiz não viu, acho que ninguém teria conseguido ver. Mas ele se deixou levar pelo fato de Luiz ter rolado no chão, acho que isso o convenceu de que o cartão vermelho era merecido."

Apesar das reclamações contra a arbitragem, o técnico do United soube reconhecer a vitória merecida dos rivais.

"O juiz não marcou nada para nós. Eles [Chelsea] cercaram o árbitro o jogo inteiro, eram sempre quatro ou cinco na volta dele. É controverso, acontece às vezes quando jogamos contra o Chelsea. Mas não podemos reclamar, não jogamos bem o suficiente", concluiu.

Relacionados