thumbnail Olá,

Na próxima temporada os clubes que apresentarem perdas superiores a 100 milhões de libras -R$ 309 milhões- em um prazo de três temporadas, poderão perder pontos ou serem rebaixados

Os clubes do Campeonato Inglês aprovaram um modelo próprio de Fair-Play Financeiro. O objetivo seria controlar prejuízos e limitar os gastos com salários.

Segundo o diretor-executivo da Premier League, Richard Scudamore, o acordo pretende diminuir os gastos, como os de clubes como Manchester City e Chelsea. Os salários, considerados altíssimos, acabam forçando os investidores das equipes menores a gastarem cada vez mais dinheiro para manter a competitividade.

"Estamos tentando assegurar que os novos proprietários possam investir uma quantidade de dinheiro adequada para melhores os clubes, porém que não possam injetar centenas de milhares de libras em um curto período de tempo", disse.

Com o acordo, a partir da próxima temporada os clubes que apresentarem perdas superiores a 100 milhões de libras  - cerca de R$ 309 milhões -  em um prazo de três temporadas, poderão perder pontos ou serem rebaixados.

Os clubes que gastam mais de 50 milhões de libras  - R$ 154,9 milhões -  com salários de jogadores também não poderão aumentar a quantia em mais do que 4 milhões de libras  - R$ 12,4 milhões -  de uma temporada para outra.

De acordo com a  rede BBC, 13 dos 20 clubes da Primeira Divisão se mostraram a favor da nova regulamentação. Fulham, West Bromwich, Aston Villa, Swansea, Southampton e Manchester City se mostraram contra. O Reading se absteve de votar.

Relacionados