thumbnail Olá,

Francês reservou elogios ao espanhol Cazorla, e vê equipe mais forte com menor ocorrência de lesões

Não é muito comum ver o técnico do Arsenal, Arsene Wenger, de bom humor. Mas até para isso há exceção: em entrevista ao Arsenal Player, o comandante francês mostrou estar muito satisfeito com a contribuição dos novos jogadores que chegaram durante o último verão europeu.

Antes do início da temporada, o Arsenal apostou nos atacantes Olivier Giroud e Lukas Podolski e no meia Santi Cazorla, contratado junto ao Málaga.

"É uma grande surpresa, especialmente Cazorla. Ele tem jogado mais que todos os outros jogadores desde o início da temporada, e por isso garanti que pudesse descansar [contra o Brighton] por causa do excesso de compromissos", começou o chefe dos Gunners.

"Estou contente por ter a chance de descansar um pouco, e tenho certeza de que vamos precisar disso qualquer hora dessas. Mas, em geral, sinto que os novos jogadores estão indo muito bem, e bem adaptados à Premier League."

Um dos problemas com os quais Wenger tem se deparado nos últimos anos é o excesso de jogadores importantes que ficavam de fora por lesão no decorrer da temporada. Em 2013, porém, o Arsenal chega para a segunda metade da temporada com quase todos os atletas à disposição.

"Nunca estive em uma situação como esta em janeiro, com muitos jogadores à disposição e só alguns lesionados. Vou bater na madeira e torcer para que continue assim."

"Se isso tem a ver com um melhor trabalho de prevenção, e de conseguir implementar uma rotação melhor de jogadores? Não sei, mas a situação, no geral, é muito positiva", arrematou o francês.

Depois de encarar o Liverpool nesta quarta-feira, os Gunners recebem o Stoke City no sábado, pela 25ª rodada da Premier League.

Relacionados