thumbnail Olá,

Meio-campo retornou aos gramados neste domingo contra o Man City após três meses devido a lesão na coxa

O técnico do Arsenal, Arsène Wenger, revelou estar satisfeito com desempenho de Abou Diaby na partida deste domingo contra o Manchester City. O jogador francês retornou aos gramados contra os Citizens após três meses se recuperando de lesão na coxa.

Diaby entrou no lugar de Arteta, lesionado na panturrilha, e segundo Wenger, deu conta do recado.

"Diaby se tornou mais forte durante o jogo", disse Wenger ao site oficial do clube.

"Eu sinto que ele era como a equipe. Começou muito lentamente e tornou-se mais forte na segunda parte do jogo. Tomei a aposta porque senti que isso era necessário. É bom que ele retornou bem. Ele vai se tornar mais forte muito rapidamente", ressaltou.

"A equipe está desesperada para fazer o melhor e tem qualidade. Precisamos estar conscientes de que temos qualidade e temos de mostrar mais autoridade desde o início em grandes jogos. A autoridade vem com a confiança em sua qualidade", finalizou o treinador dos Gunners.

Diaby também gostou da sua atuação na derrota para o City por 2 a 0 no Emirates Stadium.

"Foi muito bom, e estou satisfeito que joguei nesse jogo", revelou o atleta.

"Eu me sinto bem fisicamente. Naturalmente estive fora por um longo tempo, então eu não estou no meu melhor, mas o mais importante é que eu não tive nenhuma reação [para a lesão]. Isso é bom para o futuro", finalizou Diaby.

Relacionados