thumbnail Olá,

Satisfeito com a vitória sobre o QPR no último jogo de 2012, capitão dos Reds diz que adversários tem 'sorte' de só enfrentar o uruguaio duas vezes por ano

Apesar de um vírus ter tirado o técnico Brendan Rodgers de ação no último minuto, o Liverpool não sentiu falta do comandante à beira do gramado e passeou em Loftus Road, conseguindo três gols em apenas 27 minutos para selar uma vitória tranquila sobre o lanterninha do campeonato na última rodada de 2012 da Premier League.

Para o capitão Steven Gerrard, os primeiros 45 minutos do jogo foram os melhores dos Reds em toda a temporada.

"Não diria que foi fácil, isso seria falta de respeito com o QPR. Mas eles estão passando por um momento muito difícil e nós sabíamos que se tivéssemos um bom começo, poderíamos tirar um pouco da pressão da torcida e nosso estilo tomaria conta. Foi provavelmente o melhor primeiro tempo que tivemos em toda a temporada. Queríamos mais gols, era o plano para o começo do jogo. Mas o Harry Redknapp é um grande técnico, ele não deixaria a nossa vida fácil," disse Gerrard ao site oficial do clube após a vitória.

O capitão deu créditos ao técnico adversário pela mudanças na equipe que fizeram o QPR crescer de produção no segundo tempo.

"Ele mudou três jogadores na defesa e isso nos fez ter muito mais dificuldades, créditos para ele. Jogamos bem hoje e merecemos os três pontos."

Gerrard também elogiou o atacante Luis Suarez, autor dos dois primeiros gols da equipe e uma dor de cabeça constante para a defesa adversária durante toda a partida. Suarez chegou a 16 gols na temporada em todas as competições, 13 somente na Premier League, apenas um atrás do artilheiro Robin van Persie, do United.

"Ele [Suarez] não é nada além de brilhante desde que chegou ao Liverpool. Toda semana ele deixa mais e mais óbvio que é um dos melhores atacantes do mundo. Esses adversários tem sorte de só enfrentá-lo duas vezes por ano, nós temos de lidar com ele todos os dias nos treinamentos. Suarez é um mágico," encerrou.

Relacionados