thumbnail Olá,

"Noto que sou cada vez menos insultado nos estádios. Não posso agradar a todos. São apenas jogos de futebol e os torcedores devem ir aos estádios desfrutar sem insultar", disse

Em entrevista ao jornal AS, Cristiano Ronaldo reconheceu ser impossível agradar todos os torcedores. O jogador português também disse ouvir cada vez menos insultos dos torcedores rivais nos estádios.

"É verdade. Noto que sou cada vez menos insultado nos estádios. Não posso agradar a todos. Nem Deus conseguiu, também não serei eu. Mas não é positivo para as crianças que vão aos estádios ouvirem essas coias que gritam. São apenas jogos de futebol e os adeptos devem ir aos estádios desfrutar sem insultar ou ameaçar os jogadores", disse.

O jogador do Real Madrid não escondeu a satisfação em ter sido bem aceito pelos torcedores do clube espanhol.

"Fico emocionado com o carinho das pessoas no campo, na rua. Me deixa muito orgulhoso ver que estão comigo, perceberam que sempre fui o mesmo e que sempre dou o máximo pelo Real Madrid. Já me apreciam como um jogador da casa. Me motiva também ver que me apoiam quando marco e quando não marco gol".

Entretanto, Cristiano Ronaldo lembrou que nem todos os jogadores têm o mesmo tratamento no Campeonato Espanhol. O jogador mencionou a cotovelada que levou de David Navarro, do Levante.

"Nem me pediu desculpa, mas não quero falar muito sobre isso porque uma pessoa que faz uma entrada tão forte que me abre a cabeça, ao ponto de ter de levar seis pontos, merecia um castigo grande. Mas o tratamento não é igual para todos. Esse lance nem falta foi. Me doi porque a justiça ficou por fazer e não é um bom exemplo para as crianças", finalizou.

Relacionados