thumbnail Olá,

O jogador argentino do Granada fala sobre sua recém chegada ao futebol espanhol

O Granada desenbolsou 2,3 milhões de euros para adquirir  na totalidade o passe do argentino Diego Buonanotte. Imerso na luta contr o rebaixamento, a direção do clube apostou no jogador ex-River Plate como esperança para assegurar sua permanência na primeira divisão da Espanha.

Buonanotte mudou redicalmente o cenário para seguir sua carreira. Abandonou o Málaga, nas oitavas-de-final da Champions League e em quarto na Liga BBVA, por um Granada que luta até o último momento para permanecer na Primeira Divisão. As razões? Nada melhor que o próprio jogador para explicar, em exclusiva ao Goal.com. "Fui porque necessitava buscar continuidade, necessitava jogar e que me tivessem mais em conta", afirmou o jogador em sua apresentação oficial.

Figura determinante junto a Juan Pablo Carrizo e Ariel Ortega no River campeão dirigido por Simeone em 2008, o argentino traçou rapidamente seus objetivos após desembarcar na sua nova casa: "Minha meta individual é ter a continuidade que estou buscando. Ser importante, ser um nome importante na equipe. O que necessito hoje é que me queiram realmente, para poder ter continuidade".

"Nosso objetivo como grupo é conseguir os pontos necessários para sair de baixo. Hoje não estamos no rebaixamento, porém estamos muito perto", explicou o meia. Hoje, o Grana receberá o Real Madrid, um compromisso fundamental para começar com o pé direito sua passagem pelo Granada: "Temos que conquistar pontos para ganhar tranquilidade e poder trabalhar melhor durante a semana. Agora temos uma grande partida contra o Real e devemos começar a somar os pontos que precisamos", concluiu o jogador.

Sobre sua passagem no Málaga, o jogador afirmou que não está decepcionado, apenas decidiu por um fututo melhor: "A equipe entrou na Champions, e está nas oitavas de final. Pessoalmente, nos últimos meses joguei e marquei na Champions, na Copa do Rei e na LIga. Ainda que tenha chegado com a idéia de triunfar no Málaga, não estou decepcionado. Sobre seu contato com o técnico Manuel Pellegrini, o jogador foi bastante claro: "Sei que não era um dos preferidos do técnico, sabia que tinha de começar desde o zero, correr muito. Então optei por sair para jogar mais. Nunca me disseram que eu devia sair. Fui porque pedi", completou.

No final, Buonanotte revelou um desejo, o de defender a Argentina na Copa do Mundo do Brasil: "Para jogar na seleção tem que ter continuidade. Primeiro você precisa ser protagonista no seu clube para alcançar o objetivo máximo da Seleção. Agora só tenho a cabeça no futebol e no Granada. Quero ser determinante e ser um nome importante para a equipe. Hoje tenho que estar concentrado na equipe. O dia de amanhã ninguém sabe o que pode acontecer".

Relacionados