thumbnail Olá,

Companheiro de seleção de Casillas, Xavi diz que já telefonou para o goleiro para desejar-lhe melhoras, assim como o fez quando ele foi sacado dos titulares por Mourinho

O meia do Bercelona, Xavi Hernandéz, celebrou a passagem às semifinais da Copa do Rei da Espanha depois de uma vitória por 4 a 2 sobre o Málaga, nesta quinta-feira. Depois do que aconteceu nos últimos anos entre os dois clubes, Xavi confia que os clássicos transcorrerão com normalidade.

"Era um cara ou coroa e nós passamos. Agora vem uma semifinal apaixonante contra o Real Madrid. Deve ser uma guerra futebolística, nada mais. São partidas que se assite em todo o mundo e temos que dar o exemplo. Queremos que se fale apenas do futebol," afirmou.

O vice-capitão do Barcelona admite que as baixas sofridas pelo Real Madrid são importantes, esepcialmente a de Iker Casillas, que ficará dois meses de molho. Xavi revelou que já entrou em contato com o companheiro de seleção para desejar-lhe melhoras, assim como o fez quando Mourinho o colocou no banco de reservas, algo que surpreendeu o catação.

"Me sinto muito mal por Iker, ele é a alma do Real Madrid. São baixas importantes, mas o Real sempre é o Real e será difícil eliminá-los. Nunca se sabe, porque os clássicos são imprevisíveis, mas sendo realista temos tudo para passar bem. Estamos em um bom momento, desfrutando, e apenas nos falta decidir as partidas. Temos que ir ao Bernabéu e marcar o máximo de gols possíveis para aproveitar a vantagem que é jogar a volta em casa," analisou Xavi.

Por outro lado, Xavi também aproveitou para pedir respeito a Victor Valdés.

"Cedo ou tarde ele dará suas explicações e o que temos de fazer é respeitá-lo. É uma grande pessoa, e creio que tenhamos de ter o máximo de respeito com ele, como jogador e como pessoa," disse, ao mesmo tempo em que mostrou-se confiante de que a torcida estará ao lado de Valdés, e não contra ele, na partida de domingo, diante do Osasuna.

Relacionados