thumbnail Olá,

José Angél Sanchez afirmou que cargo do treinador está seguro e que em nenhum momento o futuro de Mourinho foi discutido em reunião

O diretor geral do Real Madrid, José Angél Sanchez, insistiu que o futuro de José Mourinho não foi posto em discussão durante reunião que aconteceu na última terça-feira no Real Madrid.

O Marca informou na quinta-feira que os capitães do time, Iker Casillas e Sergio Ramos, exigiram a saída do português e ameaçaram deixar o clube caso Mourinho seja mantido no cargo, informação veementemente negada pelo presidente Florentino Perez durante uma coletiva de imprensa.

Apesar do jornal espanhol manter a sua versão da história, Sanchez negou, mais uma vez, todos as notícias afirmando que o futuro de Mourinho está em dúvida.

"Posso garantir a vocês que em momento nenhum o futuro de Mourinho foi discutido. As especulações de que nós falamos sobre isso não são nada além de mentira. Não se pode especular algo tão sério assim," disse o diretor ao jornal Ás.

Mourinho ainda tem um longo contrato com o Real pela frente, mas diversas publicações diferentes na Espanha dão como certa a saída do treinador ao final da temporada. As divergências com figuras importantes do time seria um dos principais motivos.

Relacionados