thumbnail Olá,

Estádio se divide entre vaias e aplausos ao técnico lusitano

Na noite desta terça, o Real Madrid recebeu o Valencia no Santiago Bernabéu pela partida de ida das quartas-de-final da Copa do Rei da Espanha com uma incógnita: como será que a torcida iria receber o técnico depois de mais um resultado frustrante pelo Campeonato Espanhol, e quando novas notícias surgem sobre problemas internos no vestiário dos Blancos, desta vez entre Mourinho e Di Maria?

Nas partidas anteriores, contra Real Sociedad e Celta de Viga, o público do coliseu branco havia sido claro: ovacionaram a Iker Casillas e vaiaram José Mourinho. A bronca foi maior contra o time basco, mas não menos certo do que contra o Celta. Parte da torcida chegou a se manifestar contra o treinador não apenas no momento em que foi anunciado na escalação, mas também quando levantava do banco de reservas para se aproximar do gramado.

Na noite desta terça, novamente a torcida voltou a se manifestar contra o técnico. Uma parte das arquibancadas vaiou Mourinho. Menos do que contra o Celta, é verdade, e uma parte ainda aplaudiu o técnico. Volta a se repetir a divisão de opiniões dentro do Santiago Bernabéu, mas o ambiente continua parecendo enraivecido.

Relacionados